Premiados

template_premiados

Mostra Competitiva Longa
• Prêmio Olhar de Melhor Filme – E agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, PORTUGAL.
• Prêmio Especial do Júri – Branco sai preto fica, de Adirley Queiróz, BRASIL.
• Prêmio de Contribuição Artística – Mouton (Sheep/Carneiro), de Marianne Pistone e Gilles Deroo, FRANÇA.

Mostra Competitiva Curta
• Prêmio Olhar de Melhor Filme – Verona, de Marcelo Caetano, BRASIL.
• Prêmio Especial do Júri – Der unfertige (The incomplete/O incompleto), de Jan Soldat, ALEMANHA.
• Prêmio de Contribuição Artística – Que je tombe tout le temps? (That I’m falling?/Que eu esteja caindo?), de Eduardo Williams, FRANÇA.
• Menção Honrosa – La llamada (A chamada), de Gustavo Vinagre, BRASIL.

Mostra Novos Olhares
• Prêmio Novo Olhar – Kutchi vahan pani wala (From Gulf to Gulf to Gulf/De golfo em golfo em golfo), de Shaina Anand e Ashok Sukumaran, ÍNDIA.
• Menção Honrosa – Die zeit vergeht wie ein brüllender löwe (O tempo passa como um leão que ruge), de Philipp Hartmann, ALEMANHA.

Prêmio Olhares Brasil
• Prêmio Olhares Brasil para Melhor Curta Metragem Brasileiro da Mostra Competitiva e Outros Olhares Lição de esqui, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro.
• Prêmio Olhares Brasil para Melhor Longa Metragem Brasileiro da Mostra Competitiva, Outros Olhares e Novos Olhares – Branco sai preto fica, de Adirley Queiróz.

Prêmio da Crítica
• Prêmio da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema – A Vizinhança do Tigre, de Affonso Uchoa, BRASIL.

Prêmio do Público
• Longa-metragem: La mia classe (My class/Micha classe), de Daniele Gaglianone, ITÁLIA.
• Curta-metragem: Coice no peito, de Renan Rovida, BRASIL.

Concurso de Pitchings – Programa de Desenvolvimento de Projetos Audiovisuais 2014
• Projeto: Horizonte, de Jessica Candal, BRASIL.